Aí estão os Distritais

Hélder Freitas

2021-09-09

Partilhe:


Este final de semana inicia-se a participação das duas equipas vizelenses que vão medir forças na divisão maior das provas organizadas pela AF Braga.
Se o CCD Santa Eulália é um “velho” conhecedor deste campeonato, o mesmo não se pode dizer do S. Paio, que vai fazer a sua estreia e logo com uma enorme contrariedade à partida, porque Vasco Gonçalves, o novo treinador, apesar do conhecimento profundo que tem do campeonato, leva duas semanas de trabalho com a equipa, contrariamente a todos os restantes competidores que levam mais do dobro de tempo de treino.
Curiosamente, o treinador na primeira conversa que teve com a Rádio Vizela escusou-se a “encontrar desculpas” nesse facto porque já o conhecia quando aceitou o desafio – uma boa verdade.
Ainda assim e apesar das devidas distâncias, que encontram divergência maior na experiência neste patamar, parece-me que ambas as equipas têm dois elementos comuns: competência técnica e capacidade de trabalho.
Pedro Costa e Vasco Gonçalves - treinadores de idades muito aproximadas - são dois técnicos com vastíssima experiência em campeonatos nacionais jovens com tudo o que isso representa e qualidade que traz para o grupo que leva de antemão a deixar bons indicadores para o que aí vem. Parece-me essencialmente que estes dois clubes - com lideranças ainda assim distintas – (Nuno Ferreira anda nestas lides há relativamente pouco tempo, enquanto Carlos Faria é um dos mais antigos directores cá do burgo) procuraram criar bases sustentáveis para o sucesso a curto e médio prazo assentes na qualidade, competência e capacidade sem descurar o futuro.
A tarefa de ambas as formações vizelenses, toda a gente o sabe, vai ser dificílima, tanto mais que há adversários que se prepararam com jogadores que já passaram pelas ligas profissionais, equipas com orçamentos tremendos e com objectivos muito bem delineados que passam por tentar subir aos nacionais, num campeonato onde o campeão pode nem sequer subir, a exemplo do que aconteceu o ano passado com o Joane, orientado pelo técnico Nélson Silva.
Posto isto, mais do que desejar óptimas campanhas a estas duas equipas, fica a certeza de que vai ser um campeonato muito interessante de seguir com equipas muito bem preparadas para o que der e vier neste competitivo campeonato onde acredito que as duas equipas de Vizela, para além de toda a experiência interessante e positiva que vão recolher, vão fazer com toda a certeza uma muito boa figura.
Que comecem os jogos!