Sou muito mais ambicioso do que consigo!

Hélder Baptista

2023-01-19

Partilhe:


A assistir a um programa televisivo, ouvi aquela frase ao Arquiteto Sousa Moura. No mesmo programa estava, também, o Arquiteto Siza Vieira, sendo ambos Prémio Pritzker, coabitam no mesmo prédio e trabalham no mesmo espaço. Para quando esta elevação no Desporto Rei? Terminamos 2022 e iniciamos Novo ANO com atitudes minimalistas, comportamentos redutores, enorme desrespeito profissional, mas há sempre que valorizar, do meu ponto de vista, quem prima pela competência, dedicação e sentido de respeito. Permitam-me associar aquela frase ao Presidente e às várias equipas de gestão do Futebol Clube de Vizela. José Eduardo Guimarães, de quem muito, e muitos, já escreveram e parabenizaram, tornou-se num momento, felizmente, cada vez mais longínquo, o homem certo no momento certo. 

Demonstrou com atos, comportamentos e sabedoria estar muito acima da própria ambição de recolocar o FC Vizela em equilíbrio e no caminho do Futuro. Acompanhado por equipas comprometidas, gerindo momentos de criação de valor para a própria Cidade e unindo TODOS à volta do mesmo, Amor à causa Vizelense.
Hoje temos desenvolvimento, um futuro com sólidas bases, com regresso do Atletismo, o promissor Basquetebol, o intrínseco futsal, a qualidade da formação no futebol de base. Acompanhado de uma nova SAD potenciou o profissionalismo, sempre atento e presente nas decisões, de forma sábia e tranquila, mesmo quando o associado tem dificuldade em perceber determinadas decisões técnicas que se enquadram neste Futebol do Futuro!
O próximo passo, li com enorme agrado o resumo na última edição do programa dedicado ao futebol/ futsal feminino na Rádio Vizela. É também com agrado que soube que o FC Vizela prepara abraçar o futebol feminino e o Desportivo Jorge Antunes reforçar a realidade já existente no futsal.
Os regulamentos profissionais passam a registar o facto da existência de equipas federadas femininas, mas mais importante pelo reconhecimento que hoje temos da qualidade no género, quer técnica quer compromisso em potenciar características intrínsecas de superação, sacrifício e competitividade e que venho acompanhando na Liga BPI nas últimas épocas.
É vital esta modernidade, capacidade de adaptar e realizar com maiores ou menores condições como nos tem provado ao longo das últimas épocas.
Estamos, todos os associados, adeptos e simpatizantes, vizelenses ou não, agradecidos pelo homem que arregaçou as mangas e juntou egos e património para que voltássemos a ter I Liga e transportássemos a Paixão vizelense por esses estádios.
Quero agradecer o desafio que a Zélia Fernandes me colocou, a oportunidade de publicamente partilhar, também, o meu bem-haja a todos que têm reconstruído solidamente o Futuro deste quase Centenário Clube.