Rotary, a Magia da Solidariedade

Maria do Resgate Salta

2024-07-04


Era uma vez uma senhora que vivia sozinha numa casa modesta na periferia da cidade. Como era filha única, preferira não casar para ter mais disponibilidade para cuidar dos pais idosos e, apesar da vida dura que levara até à sua partida, não havia quem não lhe conhecesse o seu sorriso terno e paciente e as suas palavras cheias de bondade e esperança. Não costumava dar esmolas a ninguém, mas jamais deixara de mãos vazias quem quer que fosse, oferecendo sempre uma peça de fruta, algum produto da terra ou uma flor do seu jardim.
Um dia, um homem bateu-lhe à porta a pedir dinheiro para comprar comida para a sua família que acabara de chegar àquela terra para viver. A senhora disse-lhe que a única coisa que lhe podia oferecer eram algumas maçãs e meia-dúzia de batatas do seu quintal, mas que ia fazer ainda melhor: ceder-lhe-ia um pedaço de terra para que ele mesmo pudesse cultivar alguns produtos agrícolas e que, se ele quisesse, tinha todo o gosto em ensiná-lo. O homem, com lágrimas nos olhos, agradeceu e ela logo disse:
Sou feliz a ajudar e a partilhar o que tenho. Contem comigo.
Umas semanas mais tarde, um jovem casal estrangeiro com uma criança pela mão bateu à porta da senhora a pedir informações sobre um lugar para morar pois haviam fugido da guerra e da fome que devastava o seu país. Então, a senhora compadeceu-se deles e logo disse que poderiam ficar o tempo que fosse necessário em sua casa e que, com a madeira das árvores do pinhal que possuía, ajudá-los-ia a construir uma casa na sua propriedade. O casal não sabia o que dizer ou pensar e, comovidos, abraçaram a senhora. De seguida, ela disse-lhes:
Sou feliz a ajudar e a partilhar o que tenho. Contem comigo. A solidariedade, mais do que uma palavra, é a melhor expressão de amor ao outro, é o próprio amor em movimento, numa atitude que revela o melhor de nós mesmos e onde a generosidade e o altruísmo acontecem de forma sublime. A verdadeira solidariedade é gratuita, desinteressada, não espera nada em troca e pode fazer a diferença e mudar a vida de alguém. A solidariedade não é propriamente dar o que nos sobra, mas oferecer o que falta a alguém, fazendo feliz quem partilha e melhorando a vida de quem recebe. Mais do que um favor que se faz, a solidariedade representa um compromisso real e concreto com quem precisa.  Quem ajuda alguém que precisa não está apenas a auxiliar uma pessoa, mas está verdadeiramente a tornar o mundo melhor, pois a solidariedade fortalece a esperança na construção de uma sociedade mais humana, fraterna, justa e harmoniosa. A solidariedade é o sentimento que melhor demonstra o respeito pela dignidade humana e a qualidade que melhor expressa o compromisso na edificação de uma civilização renovada e transformada pelo amor.  Enquanto o egoísmo nos desafia a sermos melhores do que os outros, a solidariedade convida-nos a sermos melhores para os outros. 
E a magia do Rotary está na solidariedade para promover a paz, combater doenças, fornecer água limpa, apoiar a educação, construção de casas e escolas e desenvolver economias locais. Em cada acção, vemos a materialização dos nossos valores de diversidade, equidade, inclusão, integridade, serviço e liderança, sem esquecer o companheirismo. O Rotary Club de Vizela tem projectos de continuidade e sustentáveis. Para tal necessitamos da ajuda de parceiros como a Câmara Municipal de Vizela, os professores da Universidade Sénior de Rotary de Vizela, a Santa Casa da Misericórdia, Paróquia de S. Miguel de Vizela, Empresas entre outras.
Para além destes projectos e com a ajuda (retribuída por nós) do Rotary Club del Henares (com o qual estamos geminados) o Rotary Club de Vizela já desenvolveu projectos em países mais carenciados como Angola, Namíbia, São Tomé, entre outros. 
E mais projectos virão, porque infelizmente, existem muitos países e regiões necessitadas. 
A magia do Rotary está em cada um de nós e sempre norteados pela Prova Quádrupla (do que nós pensamos, dizemos ou fazemos).


1) É a VERDADE?
2) É JUSTO para todos os interessados?
3) Criará BOA VONTADE e MELHORES AMIZADES?
4) Será BENÉFICO para todos os interessados?
Façamos a magia do Rotary acontecer. 
Contem connosco!