Reconhecer é uma honra para quem o faz como para quem o recebe

António Faria

2024-03-28


Quis a Autarquia, este ano, na passagem do 26º aniversário da sua emancipação municipal, reconhecer com mais destaque duas personalidades, sobejamente conhecidas por toda a comunidade vizelense, pelo papel que desempenharam, na construção da nossa história.
Carlos Teixeira, um dos mais fiéis “combatentes” da primeira linha do MRCV, homem de trato delicado de fortes convicções, sempre pronto a resolver situações com que depare e a desfazer mal-entendidos.
Foi nosso Companheiro no Rotary Club de Vizela, desde a fundação até e enquanto a sua saúde e a de sua dedicada esposa lhe permitiu.
José Oliveira Júnior, um dos fundadores do CNE de S. Miguel das Caldas que com as suas congéneres do concelho, se têm constituído como verdadeiras escolas de educação cívicas para as nossas crianças e jovens.
Foi igualmente um dos fundadores da Associação dos Dadores Benévolos de Sangue de Vizela, benemérita associação que também teve o mérito de ver reconhecido os seus serviços.
As duas Personalidades referidas e a Associação, foram agraciadas com a Medalha de Mérito Municipal Grau Prata.
Permitam-me que me detenha um pouco mais no trabalho meritório que ao longo de quase 31 anos a Associação de Dadores Benévolos de Sangue de Vizela desenvolve.
Antes de mais, porque se trata de um trabalho voluntário, o que por si só lhe confere uma dignidade ímpar. Mas, quando o trabalho voluntário é realizado em prol dos outros, com a generosidade e altruísmo, que todo o dador de sangue corporiza, estamos na presença de uma mais valia, de que qualquer comunidade se pode orgulhar.
Também porque, entre as suas congéneres se distingue pelo número de colheitas que organiza e pelo número de dadores que mobiliza, elevando desta forma o nome de Vizela.
Às duas Personagens e Associação condecoradas se juntaram quatro jovens promessas/certezas galardoadas, que nos garantem um futuro risonho e promissor.
O nosso bem hajam!