Parabéns Sr. Capelão!

Fátima Anjos

2022-05-12

Partilhe:


Aconteceu exatamente como o ansiado: o último fim de semana foi de grandes emoções. Mas quando elas são de alegria, o coração até ganha novo fôlego e demora muito menos tempo a recuperar.

Das comemorações dos 145 anos dos Bombeiros Voluntários de Vizela destacamos o manifesto sentimento de GRATIDÃO demonstrado por aquela Associação e também pela Liga dos Bombeiros Portugueses a todos quantos têm contribuído para a nobre missão de salvar vidas e isso inclui todas as tarefas e serviços inerentes ao funcionamento de uma instituição como a Real Associação. Entre as muitas distinções, saliento a atribuição do Crachá de Ouro ao Capelão Constantino Matos de Sá, que tem vindo a ser homenageado por várias instituições ao longo dos últimos anos. Constantino Matos de Sá está a colher o que semeou durante grande parte da sua vida, reconhecendo-lhe como uma das suas principais qualidades, a sua disponibilidade para os outros. Parabéns. O Crachá fica-lhe muito bem.

Mas posso falar ainda daquilo que designamos como SINERGIA, uma união de esforços despoletada por entidades públicas, neste caso o poder local, pelas empresas, e as da nossa região têm dado provas do seu humanismo, e pela sociedade civil, que mesmo convivendo com várias dificuldades não deixa de contribuir para as causas da sua terra. Uma sinergia que tem tornado possível não só a sobrevivência da Real Associação como também o seu crescimento e que, a julgar por aquilo que vamos ouvindo, estará ao nível das melhores apetrechadas do país para o trabalho que é necessário fazer no terreno. Deve ser um Orgulho para todos nós!

Orgulho foi também o sentimento com que ficamos após a histórica conquista da permanência do FC Vizela na 1ª Liga, onde vai continuar na próxima época, cimentado o nome da nossa cidade em outras paragens e a união de uma comunidade em torno das cores de um clube, que tem a Rainha ao Peito. 
A Festa da Permanência está marcada para o final da tarde deste sábado, mas antes ainda há jogo marcado na casa do vizinho Moreirense, que saberemos, com certeza, respeitar. É mais é aquilo que nos une, do que aquilo que nos separa.

Entretanto, no meio de tantas alegrias, não devemos esquecer que do outro lado da Europa, há um povo que continua em sofrimento, e que precisa que continuemos a manifestar a nossa reprovação perante o que continua a acontecer na Ucrânia. Isto para que os nossos Governos não deixem de tentar contribuir para o fim do conflito.

Um bom fim de semana para todos vocês.