O encanto da Taça de Portugal

Zélia Fernandes

2021-11-25

Partilhe:


A Taça de Portugal foi rainha no último fim de semana, voltando a demonstrar que se trata de uma prova onde reina a democracia e onde qualquer equipa, mesmo que milite dois ou três escalões abaixo, pode bater o pé às equipas que disputam a principal Liga do futebol português. 

E se na Liga Portuguesa são raras as vitórias das equipas do fundo da tabela, com os grandes a ocupar os lugares da frente da classificação e na Taça da Liga os sorteios são condicionados, na Taça de Portugal é o sorteio que manda e os confrontos são imprevisíveis. 

Foi na Taça de Portugal que ganhou força a expressão “tomba gigantes” e eles vão surgindo a cada eliminatória, ou até em mais do que uma, como acaba de provar a equipa do Leça FC. Na 3ª eliminatória, a equipa que milita no Campeonato de Portugal, que é atualmente a quarta divisão no futebol português, já tinha afastado o Arouca da 2ª Liga e agora, na 4ª eliminatória, tombou o Gil Vicente de Ricardo Soares. 

É uma visibilidade e também uma verba extra que tanta falta faz a um clube como o Leça, é também uma alegria para todos aqueles que integram o clube, com o seu presidente a avisar que “não há prémios especiais” para os jogadores pela grande prestação na Taça de Portugal, garantindo que a sua “preocupação é pagar aos jogadores as suas mensalidades”. A ver vamos quem vai estar no caminho desta equipa na próxima ronda da Taça. 

Nos oitavos de final já está também o FC Vizela, com vitória inequívoca diante do Estrela da Amadora por 2-0. Um bom jogo dos vizelenses, num jogo que confirmou a recuperação de Cassiano, cujos golos tanta falta fazem ao clube e que culminou com um momento de fair play que teve eco na Imprensa desportiva Nacional. Uma conferência de imprensa conjunta dos treinadores, com elogios mútuos ao trabalho das equipas.
Em frente seguiu ainda o Moreirense, afastando outra equipa da Liga Portuguesa, o Vitória de Guimarães. Desta vez o velho ditado trocou os números para podermos afirmar que “não há três sem quatro”. E se ainda há duas semanas atrás as equipas que tinha encontrado para a Liga, com o Vitória de Guimarães a vencer, apesar da fraca atuação, desta vez foi o Moreirense a vencer mais um dérbi de Guimarães, porque a tradição ainda é o que era. Os confrontos entre as equipas para a prova rainha do futebol português entre as duas equipas, já contavam com três triunfos, este foi o quarto e leva o Moreirense aos oitavos. 
O sorteio dos oitavos de final está marcado para esta quinta-feira, vamos aguardar pelos emparelhamentos, sabendo-se de antemão que independentemente disso, tudo pode acontecer. É esse o encanto da Taça de Portugal.