Acreditar

Helena Lopes Silva

2024-07-04


Não há nada que não se consiga com a força de vontade, a bondade e, principalmente, com o amor. A frase não é de hoje, pertence a Cícero e atravessa o tempo. Esta sexta-feira ficará marcada, mais uma vez, pela solidariedade. A AIREV promove o seu 20º Jantar Solidário – parece que o primeiro foi ontem – e em casa, nos seus jardins carregados de aconchego e de significado para os inúmeros utentes que por ali andam, e que bem que andam. A comunidade é chamada para entrar na casa da AIREV e o facto de Portugal entrar em campo no Europeu às 20h00, não será desculpa, porque a instituição garante-lhe tudo. Através deste repasto, vai estar a ajudar a AIREV na difícil missão de angariar verbas que possam contribuir para as despesas com a obra da sua nova casa. Se ainda não conhece a AIREV, entre. Vai ver que lhe vai deixar pena ter de vir embora, e os motivos são bons. Acredite. 

Semana importante no que toca a passagem de testemunhos na direção do Rotary Club de Vizela e no Lions Clube de Vizela. Resgate Salta fica com o lugar até aqui entregue a Frederico Freitas, um cargo nos rotários que, diga-se, bem conhece e bem sabe desempenhar. No Lions, que acaba de completar seis anos de existência, a idade é tenra mas a atividade apresenta maturidade e provas dadas na sociedade onde se insere. Sábado, João Cocharra entrega a presidência a Ivo Loureiro e é garantida a continuidade deste movimento. O associativismo em Vizela é vivo, assume responsabilidades e, acima de tudo, acredita, sempre. 

Acreditar é o que precisamos para amanhã. Pode até pensar que o futebol é só futebol. Mas não é só. Acredite. Portugal tem uma missão difícil, frente à França, de tentar a passagem aos quartos de final do Europeu da Alemanha. Depois das duas últimas exibições terem deixado muito a desejar, acreditamos todos, até os que acham que futebol, é só futebol. Mas não é. Já pensou na quantidade de adeptos rivais que se abraçaram na passada segunda-feira, naquela partida interminável? Porque há rivalidades doentias, se o António Silva e o Diogo Costa, herói da noite, se abraçaram? Somos todos um. E no que toca a rivalidades, de facto sim, futebol é só futebol. Acredite!