Vizela lidera na incidência cumulativa de casos Covid-19

Atendendo à evolução do número de casos Covid-19 no concelho – na última quarta-feira o Centro de Saúde de Vizela acompanhava 775 utentes com infeção – a Câmara Municipal de Vizela emitiu ontem um comunicado para apelar à população de Vizela que colabore no cumprimento das medidas decretadas pelas autoridades, em especial o uso obrigatório de máscara e a prática de distanciamento social.

Esta sexta-feira, a Direção-Geral de Saúde deu a conhecer a incidência cumulativa a 14 de dias no período compreendido entre 30 de dezembro e 12 de janeiro, com Vizela a atingir os 6557 casos por 100 mil habitantes. Nesta mais recente avaliação, Vizela é o concelho do país com maior incidência cumulativa. Confira os números dos concelhos vizinhos: Guimarães (5017), Santo Tirso (3571), Famalicão (3860), Felgueiras (4059) e Lousada (4584).

Para a evolução do número de casos Covid-19 no concelho, a Câmara Municipal de Vizela defende que contribuíram dois factos muito importantes. “Primeiro, Vizela é um concelho de alta densidade populacional, com 24 km2 de extensão territorial, tem cerca de 24.000 habitantes e, por isso, uma forte concentração populacional, o que é suscetível de consubstanciar uma situação de propagação exponencial do surto”, escreve a autarquia. Em segundo lugar, o Município aponta “o alto índice de testagem no concelho, com a instalação de dois postos de testagem COVID em parceria com a UNILABS e que estão diariamente preenchidos, aos quais acresce ainda os postos de testagem para os jogos do FC Vizela, os testes aos alunos antes do início das aulas e ainda a testagem que tem sido efetuada por empresas do concelho”.

Entretanto, a Câmara Municipal de Vizela diz estar a acompanhar atentamente o evoluir da pandemia no concelho e garante que continuará a tomar todas as medidas necessárias para informar a população e apoiar as várias instituições para fazer face às necessidades acrescidas vividas neste momento.

PUB___

MAIS NOTÍCIAS___