Vizela endereça voto de pesar pela morte da Rainha

Ligação de Vizela a Inglaterra - Tratado de Tagilde - originou voto de pesar endereçado às Embaixadas.

Foi aprovado ontem à noite, por unanimidade, um voto de pesar, apresentado pela Assembleia Municipal de Vizela, pelo falecimento da Rainha Isabel II, pela ligação estreita entre Portugal e Inglaterra, mas não só. Vizela assinalou, em julho passado, a passagem dos 650 anos do Tratado de Tagilde, conhecido Tratado da Aliança entre ambos os países. O Tratado de Tagilde deu início à mais antiga aliança diplomática do mundo entre dois países, sendo depois consolidado com o Tratado de Londres (16 de julho de 1373) e o Tratado de Windsor (de 09 de maio de 1386), culminando, assim, as negociações entre os dois países, com a assinatura de um tratado de amizade perpétua e mútua assistência.

“Há vários factos a ter em conta da nossa parte, em relação ao falecimento da Rainha. As alianças entre Portugal e Inglaterra são fortes, e por isso o Governo decretou três dias de luto nacional e, para nós, vizelenses, temos ainda um terceiro facto que é o Tratado de Tagilde que assinalou 650 anos há bem pouco tempo”, referiu o presidente da Assembleia Municipal, Fernando Carvalho. Após um minuto de silêncio cumprido, foi apresentado um voto de pesar por ambas as bancadas que será enviado às respetivas Embaixadas.

PUB___

MAIS NOTÍCIAS___