Tempo frio origina alerta da Direção Geral de Saúde

Face às temperaturas baixas, a Direção-Geral da Saúde reforça a importância de a população tomar medidas.

A Direção Geral de Saúde alerta que as pessoas devem evitar a exposição prolongada ao frio e mudanças bruscas de temperatura, manter o corpo quente, utilizando várias camadas de roupa adaptada à temperatura ambiente, utilizar luvas, gorro, cachecol, meias quentes e calçado quente e antiderrapante.

É importante manter a hidratação, ingerindo sopas e bebidas quentes e evitando o consumo de álcool, que proporciona uma falsa sensação de calor e ter em atenção os grupos mais vulneráveis, como crianças nos primeiros anos de vida, doentes crónicos, pessoas idosas ou em condição de maior isolamento, trabalhadores que exerçam atividade no exterior e pessoas sem abrigo.

Na estrada, não esquecer de adotar uma condução defensiva, uma vez que poderão existir locais na estrada com acumulação de gelo, deve verificar o estado de funcionamento dos equipamentos de aquecimento e manter a casa quente, se utilizar braseiras ou lareiras, garanta uma adequada ventilação das habitações.

É importante ter especial atenção aos aquecimentos com combustão (ex.: braseiras e lareiras), que podem causar intoxicação devido à acumulação de monóxido de carbono e levar à morte e evitar o uso de dispositivos de aquecimento durante o sono, desligando sempre quaisquer aparelhos antes de se deitar.

PUB___