S. Martinho assinalou 25 anos de Vila com noite de Gala

Foram homenageadas 13 individualidades e 12 instituições da terra.

A Gala comemorativa dos 25 anos de elevação de S. Martinho do Campo à categoria de Vila teve lugar ontem à noite, na Av. Manuel Dias Machado, em frente à sede da Junta de Freguesia e ficou marcada pela homenagem a 25 figuras e instituições cruciais para o desenvolvimento da terra.

Marco Cunha, presidente da Junta de Freguesia de Vila Nova do Campo, União que integra ainda S. Salvador e S. Mamede de Negrelos, destacou a importância da realização de um evento desta envergadura. “São 25 anos de elevação a vila da povoação de S. Martinho do Campo, é uma data que merece, o povo também, não é só por isso, mas também para perceberem que “não acabei” com S. Martinho – com a junção de freguesias – e queremos assinalar este momento. Em qualquer evento que vou organizando, fico cada vez mais surpreendido, desde qu8e sou presidente de Junta esta é a noite mais feliz”, referiu Marco Cunha à Rádio Vizela.

Ao todo foram distinguidas 12 personalidades e 12 instituições da vila, mais a primeira criança a nascer depois da elevação de S. Martinho a Vila, hoje um jovem de 25 anos. “Estou orgulhoso porque toda a gente aceitou o convite, inclusive a dona Fernanda, filha do Comendador Abílio Ferreira de Oliveira, de uma família que contribuiu e de que maneira para o desenvolvimento desta freguesia para que chegasse a vila, com a criação de um grande tecido empresarial em S. Martinho do Campo na década de 70/80, de que é exemplo a “Flôr do Campo”. E ela, no alto dos seus 90 anos de idade, fez questão de estar presente, veio da Póvoa [de Varzim] de propósito”, disse ainda o presidente da Junta de Freguesia de Vila Nova do Campo. Uma noite recheada de homenagens e memórias dos 25 anos de Vila, numa cápsula do tempo que também viajou ao futuro.

Quem não perdeu esta noite de Gala foi Alberto Costa, presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso. “É importante comemorar aquilo que foi o querer de um povo há 25 anos, é um sinónimo de crescimento e desenvolvimento económico. Sempre importante homenagear aqueles que, durante 25 anos, têm vindo a demonstrar o seu melhor para desenvolver esta mesma terra”, disse à Rádio Vizela.

O autarca tirsense falou ainda do desenvolvimento de Vila Nova do Campo, que contou com o apoio da Câmara, desde 2017, num total de investimento que ronda os 4 milhões de euros: “Já foram, neste período, 4,3 milhões de euros investidos nesta freguesia, vindos do esforço da Câmara e da Junta”.

Esta Gala marcou o encerramento dos festejos dos 25 anos de elevação a Vila de S. Martinho do Campo que, desde 2013 caminha lado a lado, administrativamente, com as populações vizinhas de S. Mamede de Negrelos e S. Salvador do Campo.

 

 

PUB___