Regilde entregou cabazes de incentivo à natalidade

Estes cabazes tiveram como destinatárias quatro meninas que nasceram em 2019.

De acordo com a Junta de Freguesia de Regilde, “o objetivo da medida é contribuir para o aumento da taxa de natalidade, que é um problema premente e preocupante nos últimos anos, referiu Jorge Monteiro, autarca de Regilde, acrescentado ainda que, com este conjunto de estímulos no valor de cerca de 400 euros, pretende também, “fixar e atrair pessoas à freguesia e travar o aumento de uma população envelhecida”.

Através de nota de imprensa, é referido que Regilde “tem uma forte indústria, mas por outro lado sofre de uma grave carência de falta de casas para habitação”. Esta situação, acredita a autarquia, leva os jovens casais a saírem da freguesia e, consequentemente, há aspetos negativos ao nível social, “nomeadamente na EB1 de Regilde, que corre um sério risco no futuro próximo de não ter crianças para o seu funcionamento se a situação não se inverter”.

O projeto de incentivo à natalidade da Junta de Freguesia de Regilde vigora desde 2019, sendo que “os bens são atribuídos ao detentor da guarda da criança, desde que resida na freguesia de Regilde e a criança viva consigo”. Este apoio é possível devido à colaboração entre a Junta de Freguesia e alguns privados. Para além de géneros, os cabazes distribuídos na sexta-feira, dia 07 de agosto, contemplavam vouchers e valores monetários, cujo valor total rondava os 400 euros.