"Podemos ganhar, não é impossível" disse André Coelho Lima

Cabeça de lista do PSD pelo círculo eleitoral de Braga esteve hoje em Vizela

O cabeça de lista do PSD pelo círculo eleitoral de Braga tem estado em contacto com simpatizantes e autarcas do PSD e ao final da tarde de hoje foi a vez de Vizela.

Na sede de campanha social-democrata vizelense, André Coelho Lima enalteceu a importância do trabalho de proximidade que deverá ser efetuado pelas estruturas locais do partido de forma a apelar ao voto: “O trabalho que vocês possam fazer, os representantes do PSD em cada uma das freguesias, é absolutamente decisivo nesta semana que temos pela frente, é absolutamente decisivo, porque temos aquela que é, provavelmente, a eleição mais bipolarizada da história democrática portuguesa, o que significa que vai haver muito voto útil”. Acredita o candidato a deputado, que os partidos pequenos “vão sofrer um rude golpe por essa circunstância”, por essa razão entende que o voto útil à direita será no PSD.

André Coelho Lima sabe que Vizela é um concelho tradicionalmente socialista e que, inclusivé, nas últimas eleições realizadas – as Autárquicas de 2021 – os vizelenses deram ao Partido Socialista a maior votação que teve no país, com 74,09%. Reverter a tradição é difícil, mas não impossível, sublinhou o candidato: “Se fizermos isto em Vizela [o trabalho de proximidade], eu não tenho dúvida nenhuma que vamos ter uma surpresa em Vizela. Não sei se ganhamos, não sei, é difícil, podemos ganhar, não é impossível. Já tivemos aqui 4427 votos, que representa 34,5% dos votos, não foi no século XIV, foi em 2015. Claro que nessa altura fomos coligados com o CDS, mas a verdade é que o CDS está em desagregação e é um partido cujos eleitores estão disponíveis para votarem em qualquer uma das opções à direita, mas imagino que estejam mais disponíveis para votarem em nós, uma vez que estamos a disputar “taco a taco” com o Partido Socialista”.

“Estes votos que tivemos em 2015 no concelho de Vizela não são uma miragem, e a verdade é que se os atingirmos vão ser um sinal muito forte de maturidade da população de Vizela”, referiu, acrescentando que com isso estarão a provar que Vizela “não tem um carimbo” rosa.

Na sua intervenção, o cabeça de lista do distrito também foi referindo as razões pelas quais o PSD apresenta a melhor solução governativa para o país, ao contrário do PS que, entende André Coelho Lima, “não apresenta um projeto diferente, apresenta a mesma receita, uma receita que pôs Portugal no sítio em que está, na cauda da Europa em termos dos índices de competitividade, particularmente o PIB per capita”.

 

Mais pormenores na próxima edição do RVJornal.

PUB___