Horácio Vale sai da vereação na Câmara Municipal de Vizela

Horácio Vale diz estar contra “política oportunista e mercenária” da Distrital e da Nacional do PS.

Horácio Vale abandonou o cargo de vereador do Partido Socialista (PS) na Câmara Municipal de Vizela (CMV). A sua decisão foi comunicada na quarta-feira, dia 31 de março, à estrutura local do partido e tem efeitos imediatos.

Na missiva enviada, e que Horácio Vale fez chegar à nossa Redação, na quinta-feira, dia 01 de abril, é referido que a decisão da Federação de Braga do PS “de se submeter inteiramente aos desígnios pessoais de Victor Hugo Salgado para que este decida pessoalmente, em Vizela, as candidaturas do partido nas próximas eleições autárquicas, determinam uma alteração substancial das orientações até agora assumidas pelos diferentes órgãos do partido”.

Assim, “face a este quadro de mudanças radicais e antidemocráticas dos decisores distritais do PS, em que o seu único objetivo é conseguir recuperar, a qualquer preço, a governação da Câmara de Vizela, Horácio Vale salienta que “deixou de fazer qualquer sentido” a sua participação neste projeto, que entre os objetivos tinha o de “concretizar a regeneração do partido ao nível concelhio”.

“Na política os meios não justificam os fins” e, por isso, escreveu na missiva, apenas lhe “resta assumir a única decisão que salvaguarda alguma coerência com os valores, princípios e objetivos que nortearam a [sua] participação, como independente, nas listas do PS nas eleições autárquicas de 2017, ou seja, a renúncia ao cargo de vereador”.

“Não era meu propósito abandonar prematuramente um compromisso que assumi de forma voluntária para defesa dos interesses da comunidade vizelense, procurando ao mesmo tempo responder à confiança que uma boa parte dos eleitores do concelho de Vizela depositaram nos candidatos do PS”. “Mas a política oportunista e diria mesmo mercenária dos decisores políticos distritais e nacionais ao ignorarem totalmente a vontade democrática dos militantes, dos simpatizantes e dos órgãos concelhios do PS, obrigam-me a esta decisão de rutura completa com tais procedimentos”, afirma ainda Horário Vale.

 

Pedi desculpa pelo facto do PS nos estar a colocar nesta posição” (Dora Gaspar)

 

Esta manhã a Rádio Vizela tentou contactar Dora Gaspar, presidente da Concelhia de Vizela do PS, mas sem sucesso. No entanto, a Rádio Vizela teve acesso ao documento que ontem a responsável pela estrutura enviou para o Secretariado do PS.

Refere Dora Gaspar que “esta vontade havia sido manifestada assim que foi pública a decisão do Secretariado da Federação de Braga do PS de avocação do processo de designação dos candidatos de Vizela às próximas eleições autárquicas”.

Dora Gaspar refere que “apesar do esforço para que o mesmo se mantivesse no cargo, decorrente de ser representativo dos vizelenses que em 2017 votaram neste projeto e, sobretudo, pelo enorme contributo que deu para a dignificação do PS Vizela e para a política autárquica local, tal não aconteceu”.

A presidente da Concelhia de Vizela do PS diz compreender a decisão de Horácio Vale e que terá lhe manifestado a sua “tristeza para com esta decisão”. “Agradeci toda a colaboração, compreensão, solidariedade e empenho que ao longo do mandato sempre manifestou quer para comigo pessoalmente quer para o PS Vizela, e pedi desculpa pelo facto do PS nos estar a colocar nesta posição”, lê-se ainda.

Dora Gaspar termina dizendo que nas últimas reuniões do Executivo Municipal de Vizela, “os eleitos do PS na Câmara e na Assembleia Municipal mantiveram uma postura de silêncio em sinal de respeito pelo Partido Socialista enquanto organização política, na esperança de que esse respeito fosse correspondido por aqueles que em termos distritais, nacionais e locais têm participação neste processo. O que até ao momento, não aconteceu”.

Horácio Vale ocupava o cargo de vereador do PS na Câmara Municipal de Vizela desde março de 2018, depois de João Ilídio Costa ter renunciado ao cargo. Eugénio Silva é o nome que se segue na lista do PS. Contactado esta manhã pela Rádio Vizela o mesmo garantiu que ainda não tem conhecimento formal da saída de Horácio Vale e que assim que seja contactado pela Câmara Municipal para saber se aceita ou não fazer parte da vereação do PS, nessa altura irá anunciar a sua decisão.

PUB___