FC Vilarinho já apresentou plantel para a época 2020/2021

Apresentação teve lugar ontem, ao final da tarde.

O FC Vilarinho já fez a apresentação da equipa para a época 2020/2021, que vai militar na Divisão de Elite da Associação de Futebol do Porto.

Marcos Nunes volta a ser o treinador escolhido para estar ao leme da equipa. Em declarações à Rádio Vizela, o técnico salientou que o intuito foi “fazer um plantel diferente daquele que é habitual”. “A nossa matriz foi sempre fazer equipas jovens, e este ano optámos por ser um bocado diferentes, fomos buscar alguns jogadores com mais experiência deste campeonato”. “A ideia inicial é nós termos um plantel mais competitivo, que nos permita, se calhar, lutar por outros objetivos e, por isso, neste início foi este o grande objetivo que foi cumprido, conseguimos ter um bom plantel, com jogadores com mais experiência, que nos vão dar outras garantias, e por isso nestas seis semanas de pré-época trabalhá-los para entrar num campeonato muito competitivo”, disse.

O plantel está fechado e conta com 25 jogadores. “Claro que no futebol enquanto que as épocas não começam pode sempre haver um ajuste ou outro, mas neste momento não é nossa intenção nem sair nem entrar ninguém”, salvaguardou o treinador.

“Conseguimos praticamente ir buscar todos os jogadores que tínhamos referenciado, e todos os jogadores que eu pedi, a Direção fez esse esforço e por isso temos o plantel possível dentro do equilíbrio financeiro do clube e por isso estou extremamente contente com aquilo que tenho”. “Vamos fazer um plantel muito competitivo, onde temos dois jogadores para cada posição, com equilíbrio, e todos os jogadores que estão no plantel têm possibilidade de lutar por um lugar na equipa e esse era o objetivo inicial”, afirmou ainda.

E sobre os objetivos para a próxima temporada, Marcos Nunes prefere cautela: “ Vamos ver, agora não vou aqui delinear objetivos a longo prazo, o que nós queremos agora é tornar este plantel competitivo, fazê-los ver que nós queremos outros objetivos, que não a manutenção, e penso que isso nós vamos conseguir, vamos jogar todos os jogos para ganhar, nunca vamos jogar para o “pontinho”, vamos tentar ser uma equipa competitiva, que joga bom futebol, também para trazer mais adeptos ao nosso campo, ao estádio, e esse é o objetivo inicial, agora, onde o campeonato nos vai levar, o que eu sei é que este campeonato é extremamente competitivo, todas as equipas se estão a reforçar muito bem, neste campeonato já há clubes que conseguem ir buscar jogadores ao Campeonato de Portugal, portanto, é um bocado cedo para definir objetivos, embora nós estejamos ambiciosos, sabemos aquilo que queremos, a Direção está a fazer um grande trabalho, e acho que este clube já merece algo mais do que lutar pela manutenção”.

 

Andar nos primeiros seis lugares é o objetivo

 

A Rádio Vizela insistiu na pergunta sobre as metas para a época 2020/2021. Marcos Nunes respondeu: “A Direção, aquilo que me pediu é que nós tentemos fazer o melhor campeonato de sempre e tentar andar ali entre os cinco/seis primeiros e eu assumo completamente, vamos tentar, vamos trabalhar mais profissionalmente, a nossa estrutura em termos de equipa técnica também aumentou, as condições melhoraram, o clube está mais consciente daquilo que é esta divisão, toda a gente que está aqui é muito ambiciosa, toda a gente vai trabalhar bem nesse sentido e estou convencido que temos condições de jogar em todos os jogos para ganhar, sem medo, sem receios, agora é preciso que tudo corra bem, é preciso que os jogadores também entrem nesse espírito”.

É a quinta época de Marcos Nunes no comando técnico da equipa do FC Vilarinho. O treinador refere que foi fácil chegar a acordo para a sua continuidade: “Eu estou onde me querem muito e o Vilarinho desde início que demonstrou grande vontade que eu continuasse, a minha vontade também era continuar e por isso foi fácil nós chegar a um entendimento, 10 minutos e chegámos rapidamente a um entendimento, porque estou num clube que eu gosto, que gosto muito, que é pouco normal um treinador estar no mesmo clube durante cinco épocas, mas estou bem aqui, quero continuar aqui e já disse anteriormente que gostava de um dia ter a possibilidade de lutar por algo mais que não a manutenção neste clube”.

O diretor desportivo do FC Vilarinho é René Costa e todos, juntamente com o presidente do clube, trabalharam em conjunto para a elaboração do plantel. Pedro Almeida, presidente do FC Vilarinho, salienta isso mesmo: “Trabalhámos todos em conjunto, eu, o diretor desportivo e o Marcos, a equipa técnica, não é só o Marcos, com esse objetivo, de criar uma equipa competitiva e, acima de tudo, fazer um campeonato sossegado, não estarmos sempre preocupados como tem sido nas últimas épocas, estar sempre preocupado com a linha de água e com a descida, e ter de trabalhar sobre isso. Trabalhar sobre vitórias é aquilo que eu tentei incutir no plantel e é aquilo que eu tento passar aos jogadores é isso, é tentarmos jogar sempre para ganhar, não trabalharmos sobre derrotas e sobre a linha de água”.