Estacionamento em frente à Igreja de Infias avança em junho

Essa é pelo menos a vontade de Francisco Correia, presidente da Junta de Infias.

Na passada sexta-feira, dia 30 de abril, realizou-se a Assembleia de Freguesia, onde foi aprovado o Documento de Prestação de Contas de 2020.

O presidente da Junta de Freguesia de Infias considera que “2020 foi um ano muito difícil para todos”, mas ainda assim foi possível a realização de obras e, à Rádio Vizela, destacou “o parque infantil, a requalificação do talude geral no cemitério, a requalificação, pavimentação e águas pluviais na Calçada Portos Júnior, na Travessa Ilha Afonso e na Rua das Quintãs, bem como a execução do muro na Rua Pé do Monte, onde está a ser executado um alargamento”. A estas obras, Francisco Correia acrescentou as que foram realizadas pela Câmara Municipal de Vizela, nomeadamente a Rua Dona Maria Adelaide Vilas, a requalificação da envolvente à Igreja do Senhor das Cinco Chagas, o CRO, a ciclovia, que inicia em Infias, o sintético e os balneários do CCR e ainda os contentores semienterrados e os novos ecopontos colocados na freguesia.

“Fico perplexo é que a oposição não tenha feito perguntas relativamente a este documento, que é muito importante”. “É sinal de que as coisas estão bem”, disse ao nosso semanário Francisco Correia.

Segundo o autarca, em 2020 a execução foi de 94,5% e tratou-se de um ano em que foi feito “o maior investimento, no valor de 135 mil euros”. “Foi também o maior investimento ao nível de capital, no valor de 75 mil euros”. “Acho que este Executivo está a fazer um bom trabalho, um trabalho coerente, com contas rigorosas, transparentes, com credibilidade e com investimentos criteriosos”, salientou ainda.

O Documento de Prestação de Contas de 2020 acabaria aprovado, por maioria, com as abstenções do Partido Socialista (PS) e do Movimento Vizela Sempre (MVS). O saldo de gerência que transitou para este ano foi de 10 mil euros.

No rescaldo a esta sessão, Abílio Pinto, do PS, sublinhou apenas de que há “necessidades” que precisam ser colmatas na freguesia, concretamente a obra que dará uma nova imagem ao acesso entre a Av. da Primavera e a Rua Portos Júnior. Já Manuel Vieira, do MVS, também alerta para a importância dessa mesma intervenção e, à Rádio Vizela, lembra uma questão por si levantada já na anterior Assembleia de Freguesia, e que está relacionada com as vias de comunicação de Infias que, no seu entendimento, “estão cada vez mais deterioradas”. Manuel Vieira gostaria também que a Junta fizesse passeios na rua que liga a Igreja de Infias ao cemitério.

À Rádio Vizela, Francisco Correia salientou que até ao final deste mandato quer iniciar e concluir a obra de criação de estacionamento junto à Igreja de Infias. A Câmara Municipal vai atribuir 35 mil euros para esta obra, verba que será aplicada na “execução de um muro”. Aguarda-se a assinatura da escritura de um terreno, cedido por um privado. “Penso que em junho a obra esteja no terreno”, afirmou Francisco Correia. O projeto inicial previa a construção de 20 lugares de estacionamento, contudo, com a cedência deste terreno será possível “aumentar” os lugares de estacionamento.

 

Foto de arquivo

 

 

PUB___