Clubes que militam nos distritais já pararam a atividade

As portas vão ficar fechadas até ao final do mês a aguardar por novas diretrizes

As quatro equipa de Vizela que militam nos Campeonatos da AF Braga já suspenderam os treinos e preparam-se para estar parados por um mês, pois ninguém acredita que um novo período de confinamento não seja revogado ao final de 15 dias. Em Santa Eulália, a formação Sénior realizou ontem o seu último treino, enquanto que hoje é a Formação a treinar pela última vez, antes do período de confinamento. O presidente do clube Carlos Faria, entende que a competição “nem sequer devia ter sido iniciada”, pois os clubes estão a ter despesas, sem conseguir rendimentos. Dá como exemplo o facto de o Santa Eulália só ter realizado seis jogos em três meses de competição.

Em S. Paio, havia treino marcado para esta quinta-feira, mas segundo o presidente do clube, Nuno Ferreira, já não se realiza. “Como a competição vai parar mais um mês, não vale a pena fazer mais treinos”. O clube já tem por isso o Campo da Covinha fechado e é desta forma que vai continuar nos próximos tempos.

Também em Santo Adrião, os Seniores já deixaram de treinar no Municipal, com plano de treino individual para cumprir. Hoje vai realizar-se o último treino dos sub-20, na situação que é a mais lamentada pelo presidente João Costa. Esta equipa, que estava a realizar treinos desde setembro, tinha a expetativa de começar este mês a nova competição da AF Braga, o Campeonato de Sub-20, vê o início da competição adiada. Já em relação aos Seniores, o dirigente diz não perceber, porque o Campeonato de Portugal se joga e os Distritais não jogam, tendo a primeira prova um número reduzido de profissionais. No entanto, o objetivo é “acatar diretrizes e aproveitar para descansar, numa época que está a ser desgastante a todos os níveis.

 Em Tagilde o último treino aconteceu na terça-feira passada, e ontem, após contacto com a Associação, como refere o presidente Hélder Coelho foi “decidido fechar as portas”. Segundo o dirigente a mensagem da associação é que a paragem será de um mês e depois mais algum tempo para a recuperação física dos jogadores. “Não acredito que retomemos antes do início de março”, salienta o dirigente.

PUB___