Câmara a acompanhar caso de Covid-19 na Escola de Infias

Em causa está um aluno do 5º ano, encontrando-se a turma em quarentena até 05 de outubro.

Em comunicado enviado há minutos para a nossa redação, a Câmara Municipal de Vizela vem lembrar que, no início desta semana, foi detetado um caso positivo de COVID-19, nomeadamente um aluno da EB 2,3/S de Infias, e que face ao exposto, e após avaliação de risco inicial efetuada, foi determinado pela Delegada de Saúde um conjunto de medidas. A saber:

- O reforço do cumprimento da legislação em vigor e das Normas, Orientações e Informações da Direção-Geral da Saúde (DGS) aplicáveis;

- Reforço da implementação de todas as medidas constantes no Plano de Contingência e no Plano de higiene, limpeza e desinfeção das instalações e equipamentos;

- Os docentes e discentes (alunos) da turma que estiveram na sala de aula com o caso confirmado nos dias 21 e 22 de setembro e os alunos que partilharam lanche têm indicação para vigilância ativa e isolamento profilático, com confinamento aos respetivos domicílios, até ao próximo dia 05/10/2020 (inclusivamente).

- Entretanto, todos os restantes elementos da comunidade educativa que estiveram na escola a 21 ou 22 de setembro devem:

1. Automonitorizar diariamente sintomas compatíveis com COVID-19, nomeadamente febre, tosse, calafrios, falta de ar / dificuldade a respirar, dores no peito, dores de garganta, dores de cabeça, dores no corpo ou outras, cansaço / fraqueza generalizada, obstrução nasal, enjoos, vómitos, diarreia e alterações ou perda do paladar ou do olfato;

2. Medir e registar a temperatura corporal, duas vezes por dia;

3. Implementar rigorosamente as medidas de distanciamento, higiene das mãos e etiqueta respiratória e a utilização de máscara;

3. Não frequentar locais com aglomerações de pessoas, mas manter a atividade laboral/letiva desde que não apresentem sintomas e assegurando o cumprimento das medidas da alínea anterior;

4. Se tiverem ou surgirem sintomas compatíveis com COVID-19 autoisolar-se de imediato (no respetivo domicílio), contactar o SNS24 (808 24 24 24), informar a Direção (que nos deverá comunicar) e realizar teste.

5. De forma a garantir que os discentes não sejam prejudicados deverão ser acionadas as medidas alternativas às aulas presenciais previstas no Plano de Contingência.

A Câmara Municipal de Vizela aproveita a oportunidade para apelar, mais uma vez, à população vizelense para respeitar as recomendações das autoridades, em especial a prática de distanciamento social e o uso de máscara, para evitar a transmissão da doença na nossa comunidade. “Estamos perante um tempo de mudança. É importante que todos percebam a complexidade e a exigência deste momento e que, havendo possibilidade de uma reincidência de casos de infeção, é preciso, acima de tudo, que todos assumam uma atitude de responsabilidade social”, lemos ainda na comunicação da autarquia.