António Veiga é o candidato da CDU à Câmara de Vizela

Apresentação teve lugar esta tarde, no centro de trabalhos do partido.

António Veiga é o candidato da CDU à Câmara Municipal de Vizela, nas próximas eleições autárquicas, que deverão ter lugar em setembro.

A apresentação foi feita na tarde de sábado, no centro de trabalhos, perante militantes e simpatizantes do partido, que antes do momento político, foram brindados com a atuação do grupo “Cantares da Terra”.

António Veiga, à semelhança do que aconteceu em 2017, volta a encabeçar a lista à Câmara. Na sua intervenção, deixou algumas críticas ao atual presidente, Victor Hugo Salgado, afirmando que este “absorveu a oposição e hostilizou os eleitos”, atribuindo “egocentrismo” por parte do candidato do PS/Vizela Sempre, no que se refere aos outdoors das freguesias “que não contêm o nome do candidato, mas de Victor Hugo Salgado”. “Ao longo deste mandato foram descuradas questões importantes, feitos eventos culturais descurando a imagem de Vizela”, referiu António Veiga. A CDU, continuou, “apresenta-se num espaço aberto e em diálogo, propondo uma mudança política na gestão do concelho”.

Questionado, no final, pela Rádio Vizela, o candidato da CDU justificou a sua candidatura: “Pelo que não foi feito. Vizela nos últimos tempos não teve oposição, teve saltos de cadeiras de um lado para o outro, a chamada confusão política. E Vizela tem que ter um alinhamento com o futuro, e isso não foi feito em nenhum dos mandatos anteriores”. A CDU trabalha agora na elaboração de listas candidatas às freguesias do concelho. Referiu António Veiga que o processo está praticamente concluído “na maioria das freguesias”.

Resta apenas conhecer o candidato à Câmara do Bloco de Esquerda. Questionado sobre a opinião sobre os seus adversários nesta campanha, António Veiga respondeu não os ter. E explicou: “Não acredito que tenha adversários, posso ter pessoas com quem me possa complementar, não vejo a política como jogo de inimizades. Enquanto a política não tiver complementaridade, vamos ter cada vez mais nichos, e isso não beneficia as orientações do concelho. Todos os outros vão em complementaridade comigo para que as pessoas elejam um projeto”.

CDU não colocará outdoors de campanha

A CDU não colocará outdoors, por opção, diz António Veiga. A aposta desta vez vai para a realização de eventos culturais associados à apresentação dos candidatos. Aliás, o candidato referiu, por diversas vezes, que a CDU é aberta a todos: “Somos mais do que aquilo que dizem de nós. É por isso que tentamos sempre fazer a diferença, que é humilde pelas parcas posses, mas que não deixa de ter o brilho dos eventos abertos a todas as pessoas. Não haverá outdoors, mas eventos culturais na rua ou noutros locais”

No próximo sábado, às 15h00, na sede do partido, será apresentado o candidato à Assembleia Municipal. O momento vai contar com a apresentação de um livre e com apontamentos culturais, o modelo de apresentação adotado pela CDU.

PUB___