Ana Abrunhosa: “As pessoas de Vizela merecem Victor Hugo”

Depois de receber Gabriel Bastos, Victor Hugo Salgado, candidato à Câmara Municipal de Vizela pelo PS/Vizela Sempre, reuniu com Ana Abrunhosa, ministra da Coesão Territorial, tendo em vista a discussão do investimento municipal.

O encontro, na sede de campanha, foi vedado à Comunicação Social, mas no final da reunião houve elogios a fazer de parte a parte. Os primeiros vieram pela voz de Ana Abrunhosa ao candidato Victor Hugo Salgado: “É o melhor candidato para Vizela por vários motivos, um homem bom, generoso, que recebe bem, que faz pontes, é um homem trabalhador, que arregaça as mangas, que não se foca no problema, mas na solução e é um homem que em muito pouco tempo fez obra”.

Acerca dos projetos que a candidatura do PS/Vizela Sempre tem para o concelho, caso saia vencedor no domingo, Ana Abrunhosa considera que “têm toda a possibilidade de terem apoio de fundos comunitários”.

“As pessoas de Vizela merecem Victor Hugo, Victor Hugo que regressou ao PS para a alegria dos dirigentes máximos do PS”, acrescentou ainda.

Já sobre a possibilidade de a construção da Ponte da Aliança ser apoiada com fundos comunitários ou estatais, Ana Abrunhosa salienta que este não “é sequer assunto de campanha”, mas reconhece que se trata de uma “revindicação feita há muito tempo”. “O que posso transmitir é que desde então temos estado a trabalhar numa solução, essa solução envolveu que fosse feita uma Área de Reabilitação Urbana para aquele território, aprovada em Câmara, e agora vamos trabalhar na solução financeira”.

Também o candidato à Câmara assinalou não ter colocado “qualquer tipo de reivindicação” a Ana Abrunhosa, a quem também só deixou ficar elogios: “Vizela está efetivamente agradecida à senhora ministra, porque o sucesso da execução que foi tida ao longo dos últimos quatro anos, isto é, tanta obra em tão curto espaço de tempo, numa execução extraordinária, deve-se a este Executivo Municipal, que andou no terreno, mas deve-se, sobretudo, à ajuda que a senhora ministra nos deu, são várias as obras que tiveram uma grande ajuda da senhora ministra, poderia até dizer um grande empurrão, para que fossem executadas”.

PUB___