Álvaro Pacheco: “Ser agressivos para voltar às vitórias"

Treinador do FC Vizela projetou o jogo com o Portimonense, marcado para este sábado às 15h30

O FC Vizela recebe este sábado o Portimonense, num jogo marcado para as 15h30, sem vencer desde a primeira jornada, Álvaro Pacheco alertou na conferência de imprensa de antevisão à partida para a necessidade do regresso às vitórias. É o regresso da competição, após a paragem para as seleções, com o treinador a frisar que a paragem deu para promover o crescimento da equipa: “Eu preferia que não houvesse a paragem e continuasse a haver competição, porque eu gosto é de competir. Mas aproveitamos para trabalhar algumas questões para potenciar o crescimento da equipa, para amanhã estarmos mais preparados e mais próximos do que pretendemos, que é regressar às vitórias.

Álvaro Pacheco alerta para a experiência do Portimonense, algo que a juntar à qualidade dos algarvios vai criar muitas dificuldades ao Vizela: “O Portimonense é uma equipa muito boa, muito bem orientada, claramente à imagem do seu treinador: madura, experiente, tranquila, porque a tabela classificativa assim o permite, e que identifica e define muito bem os timings todos do jogo. São uma equipa agressiva e muito pragmática.  São jogos difíceis, mas temos de perceber que para chegar às vitórias temos de estar focados no nosso jogo e mantermo-nos serenos e tranquilos, porque o jogo vai exigir isso mesmo.  O Portimonense é um adversário muito experiente e que sabe aproveitar todos os momentos do jogo”.

O treinador pediu aos futebolistas para se manterem tranquilos e serenos:

“Sem bola temos de ser fortes e agressivos, porque o Portimonense também é. Temos de ser intensos, controlar a profundidade e o jogo exterior do Portimonense e nunca deixar partir o jogo. Com bola temos de saber quando e como temos de acelerar, porque o Portimonense sente-se muito confortável sem bola e aproveita bem. No fundo fazermos o nosso jogo e estarmos serenos e também fazermos o nosso jogo e colocar em prática aquilo que nós sabemos.

Destacou que face às características das duas equipas aposta num jogo com golos.“Se tivesse de apostar, apostaria num jogo com golos. As duas equipas têm como característica jogar para ganhar. Portimonense tem boa equipa e boas individualidades e o que o Vizela tem feito termina sempre em muitos remates e num caudal ofensivo grande e muitas oportunidades de golo. Tem faltado aquele pormenor, quela felicidade que espero chegue amanhã, para sermos capazes de chegar ao golo e à vitória.

No dia de regresso a casa, o pedido para ter casa cheia e muito apoio dos adeptos.

 “Não tenho dúvidas que o estádio vai estar cheio porque é um jogo em casa e importante. Jogámos em nossa casa e é importante a nossa família vir em grande número, pois juntos somos ainda mais fortes e estaremos mais perto de alcançar as vitórias”.

O técnico revelou ainda que Osmajic é opção para o embate de sábado, depois de ter tido uma conversa com o ponta de lança acerca da suspensão da seleção de Montenegro antes do embate de terça-feira com a Finlândia, para a Liga das Nações.

“Aconteceu uma situação e tive uma conversa com ele. Fica entre nós claro, porque o mais importante é falar com eles e, como um amigo e um pai, para ajudar os filhos a crescer. Ele aprendeu e o mais importante é que que os problemas da Seleção não venham para Vizela. Os jogadores sabem o que o Álvaro e o Vizela pretendem deles de que forma os queremos cá comprometidos. Está completamente resolvido e ele é opção para o jogo deste sábado”.

O Vizela, 14º, com cinco pontos, recebe o Portimonense, quinto, com 15, em jogo agendado para as 15h30 deste sábado, no Estádio do FC Vizela, com arbitragem de António Nobre, da AF de Leiria.

PUB___