Álvaro Pacheco:” Estou satisfeito com o nosso desempenho”

Treinador do FC Vizela quer somar mais três pontos na deslocação ao Casa Pia

Pela primeira vez na história de ambos os clubes, FC Vizela e Casa Pia vão medir forças em contexto de campeonato, depois de duas partidas para a Taça de Portugal, em 2014 e 2019.

Agora o jogo é para a II Liga e o treinador Álvaro Pacheco na sua antevisão, refere que haverá mais dificuldades, pois os lisboetas estão melhor, mas o objetivo é o mesmo, ou seja vencer o jogo.

“O último jogo com o Casa Pia foi de boa memória, mas agora é para uma competição diferente, foi para a Taça de Portugal. Agora é outra realidade, mas ser mais um desafio, pois nós olhamos para os jogos como desafios. Não vai ser fácil, como todos os jogos do campeonato, jogos equilibrados, competitivos. Olhámos para o Casa Pia, uma equipa que está a construir um plantel à volta de jogadores da I e da II Liga, com um treinador experiente, conhecedor desta divisão. Somos grandes amigos, é alguém com quem eu tive prazer de jogar. Sei que em casa, vão querer a conquista dos três pontos, mas nós também vamos querer regressar a Vizela também com os três pontos. Vamos ter que ser uma equipa comprometida, concentrada, inteligente, para saber gerir bem os momentos do jogo e agarrarmo-nos muito ao que é a nossa ideia de jogo, para conseguir ganhar”.

Espera um adversário muito diferente do da Taça. “Vai ser um adversário muito diferente daquele que encontrámos há um ano. Está mais organizado, e por isso a história do jogo vai ser completamente diferente. Outra situação diferente é que desta vez vamos jogar mesmo na casa deles, o que não aconteceu há um ano”.

Destaca que todos os jogos até agora foram difíceis: “Até agora todos os jogos foram complicados para nós e se olharmos para o Casa Pia, vem de empatar na casa de um candidato, o Leixões, perde com o Benfica e depois na casa de outro candidato, aos 90 minutos estava a ganhar, isso diz muito da qualidade do Casa Pia e estamos à espera da dificuldade. Acho que será um jogo muito equilibrado e uma oportunidade para fazermos mais três pontos”.

Ainda em relação ao último jogo com o Covilhã diz que não espera outra reação dos seus jogadores. “Não tinha dúvidas de que íamos dar uma boa resposta, é algo característico desta equipa. Ainda estamos a adquirir hábitos a rotinas, neste campeonato não temos tempo para ter grande margem de erro. A forma como treinamos, os indicadores que os jogadores nos dão, faz-nos perceber que esta equipa ainda vai crescer, vai amadurecer e ainda vai dar muito mais com o desenrolar da temporada.

Num breve balanço aos jogos disputados diz que está satisfeito com a prestação dos seus jogadores. “Não sou um treinador que olhe muito para a tabela classificativa, olho mais para o que estamos a realizar e nas dificuldades que tivemos nos jogos que já disputámos. Olho para o que temos feito bem, mas também para o que temos que fazer para melhorar o nosso jogo. A classificação será o reflexo daquilo que conseguirmos realizar, do nosso trabalho diário e do nosso crescimento. No entanto, estou satisfeito com o nosso desempenho, somos uma equipa que acabou de chegar a este campeonato e o que estamos a fazer é muito bom”, refere o treinador satisfeito.

O encontro está marcado para este domingo, dia 27 de setembro, pelas 15h30, no Estádio Pina Manique, em Lisboa, com relato na Tarde Desportiva da Rádio Vizela.