Álvaro Pacheco: “Apoio dos adeptos é importante neste jogo"

Jogo entre o Tondela e o FC Vizela está marcado para este sábado às 18h00

O FC Vizela joga este sábado em Tondela, a partida a contar para a jornada 19 da Liga Portuguesa. Um jogo importante para as duas formações, que lutam pelos mesmos objetivos, ou seja, pela manutenção, na divisão maior do futebol.

Com os centrais Ivanildo Fernandes e Bruno Wilson ainda indisponíveis, por lesão, há, no entanto, mais opções, depois do surto de covid que atacou a equipa.

“Começamos a ter o plantel praticamente todo definido, ainda há alguns jogadores a contas com algumas mazelas, que não podem dar o contributo. É importante para nós, para o grupo já termos mais gente, para enfrentarmos um adversário direto, nesta luta pela manutenção”.  

Álvaro Pacheco elogiou o Tondela, um adversário que segundo o treinador vai trazer dificuldades.  “Não podemos deixar que o Tondela aproveite os espaços de que gosta. Têm jogadores muito verticais na frente, especialmente os extremos. Depois há o Rafael a jogar entre linhas e a relacionar-se com os pontas-de-lança. Sem bola é uma equipa muito agressiva e nós temos de saber onde vai estar solto o espaço para fazermos as nossas ligações e levarmos a bola às zonas de finalização. Aí é preciso estarmos tranquilos e termos serenidade para fazer os golos. Quem for mais cerebral, vai estar mais próximo de ganhar o jogo. Acredito que os meus jogadores vão dar uma resposta muito positiva”.

Álvaro Pacheco também admitiu que a mais recente contratação, o extremo colombiano Andrés Sarmiento, oriundo do Atlético Nacional, vai estar ausente este sábado. O técnico frisou que, até ao encerramento do mercado de transferências, o clube está "sempre aberto a uma boa oportunidade: “Conhecíamos muito bem o Sarmiento, sentimos que vem acrescentar e ajudar às nossas pretensões. É um jogador diferente dos que temos e vai trazer coisas diferentes. É jovem, ambicioso, vai entra num projeto ambicioso e vai ajudar-nos a sermos felizes. Amanhã ainda não esta em condições de ser utilizado. De resto, para já não temos mais nenhum reforço. Mas o mercado só termina no final do mês e como tenho dito o Vizela está sempre aberto a uma boa oportunidade para enriquecer o nosso clube, ou com jogadores ou financeiramente”.

O treinador do FC Vizela destacou ainda a importância do apoio em Tondela: “Sem dúvida que são um incentivo. A massa associativa tem sido inexcedível, fantástica, amanhã será importante novamente para o nosso sucesso da equipa. Os meus jogadores precisam desse apoio para ter estabilidade e conseguir a vitória neste jogo.

O treinador preconizou uma melhor segunda volta para a sua equipa e quer começar já neste jogo a fazer a diferença. “Sabemos que temos um campeonato muito equilibrado. Ganhando um jogo podemos passar para décimo, perdendo pode passar-se para zonas aflitivas. Vai ser equilibrado até ao fim. É mais um jogo, cada um deles vai tendo mais importância, não só para nós, mas para todos. Estamos a sair de um ciclo difícil, com sete jogos em menos de um mês, quatro deles com FC Porto, Braga e Sporting, com covid-19 pelo meio. Sentimos que agora a equipa ficará mais forte e vamos começar uma segunda volta que eu acredito vá ser muito melhor que a primeira.”

O FC Vizela e o 16º classificado, com 16 pontos, vai ao Tondela, 12º, com 17, em jogo agendado para as 18h00 de sábado, no Estádio João Cardoso, em Tondela, com arbitragem de Hélder Malheiro, da AF de Lisboa.

PUB___