Vizela em risco Elevado e com dever de recolhimento

Existem agora 55 concelhos em risco muito elevado e 61 em risco elevado. Vizela é um deles e passa a estar sujeito a algumas restrições, aplicando-se medidas mais restritivas, inclusive dever de recolhimento entre as 23h00 e as 05h00, anunciou esta quinta-feira o Governo.

Além do concelho de Vizela, em risco elevado estão concelhos como o de Barcelos, Braga, Fafe, Felgueiras, Guimarães, Paços de Ferreira, Penafiel, Trofa, Viana do Castelo ou Vila de Conde. Já nas proximidades, e em risco muito elevado, estão os concelhos de Lousada, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Santo Tirso, Vila Nova de Famalicão.

Entre as medidas aplicadas aos concelhos de risco elevado e muito elevado estão o teletrabalho obrigatório quando as funções o permitam, espetáculos culturais até às 22h30 e os restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar até às 22h30 (no interior com o máximo de 4 pessoas por grupo e em esplanadas com o máximo de 6 pessoas por grupo), com a particularidade de que às sextas-feiras a partir das 19h00 e aos sábados, domingos e feriados durante todo o horário de funcionamento o acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior está permitido apenas aos portadores de certificado digital de vacinação ou teste negativo à Covid-19. Para os concelhos de maior risco aplica-se ainda a limitação da circulação na via pública, diariamente, entre as 23h00 e as 05h00.

Nos concelhos de risco muito elevado vigoram outras medidas mais restritivas, nomeadamente casamentos e batizados com 25% da lotação, ginásios sem aulas de grupo, comércio a retalho alimentar até às 21h00 durante a semana e até às 19h00 ao fim de semana e feriados e comércio a retalho não alimentar até às 21h00 durante a semana e até às 15h30 ao fim de semana e feriados.

Com medidas de menor restrição, nos concelhos de risco elevado é permitido casamentos e batizados com 50% da lotação, prática de todas as modalidades desportivas, sem público, e de atividade física ao ar livre e em ginásios, comércio a retalho alimentar e não alimentar até às 21h00, eventos em exterior com diminuição de lotação, a definir pela Direção Geral de Saúde.

Em todo o território continental, mantém-se a exigência de certificado digital ou teste negativo para acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local.

Recorde-se que à data de ontem, o Centro de Saúde de Vizela acompanhava 52 casos ativos de Covid-19.

 

Crédito da foto: Manuel de Almeida/Lusa

PUB___