“As medalhas não se pedem, nem se recusam”

Armindo Faria

2017-03-19

Partilhe:


Foi com esta admirável frase que, um dia, estarão por agora a fazer três anos, o Ex.mo Senhor General Cipriano Alves, figura mui destacada do burgo Vizelense, removeu de mim a teimosia da humildade de continuar a recusar louvores ou homenagens, que pessoas e instituições entendiam por bem conceder-me.

Na verdade, aquela máxima, que julgo originária do foro militar, mas que se aplica em quaisquer outras actividades, fez-me refletir e chegar à conclusão que, modéstia a mais, para além de não ser razoável, também não é aceitável.

Vem isto a propósito da recente deliberação do executivo Municipal de Vizela, na sua reunião de 06 do corrente, sob proposta do Conselho das Condecorações Municipais, ter atribuído à Rádio Vizela - Cooperativa de Radiodifusão, CRL, a Medalha de Mérito Municipal, Grau Prata.

Ora, é por demais sabido que as todas as valências da Cooperativa - da qual a vertente rádio, ainda que sendo a primeira, constitui apenas uma delas - têm por missão, vinte e quatro, sobre vinte e quatro horas, servir os nossos ouvintes, leitores, seguidores, parceiros, clientes e público em geral, em suma, a prestação um inegável serviço público, de modo rigoroso, isento, mas sempre livre e independente.

Daí que, cientes do dever cumprido durante os quase trinta e um anos que a instituição já conta, trilhando sempre os duros caminhos da prestação do serviço público e lutando contra as maiores adversidades, quantas vezes inesperadas, que surgem no seu percurso de vida;

Dúvidas não podiam restar que, mais do que aceitar a honrosa distinção atribuída, impunha-se-nos, como se impõe, apresentar o nosso penhorado e público agradecimento às pessoas que constituem o Conselho de Condecorações Municipais e que, seguramente, vislumbraram na actividade da Cooperativa razão suficiente para proporem ao executivo a atribuição, que nunca pedimos, da referida condecoração.

Pessoas que, estamos certos, pretenderam homenagear, sem excepções, todo o universo da Cooperativa que, desde a sua fundação até à actualidade, deu, e continuará a dar, o melhor de si em prol das pessoas e instituições que serve.

Universo que, integrando todos os seus cooperadores, colaboradores e órgãos sociais: passados e presentes, assim considerado e, agora, condecorado, vê aumentada a sua responsabilidade no cumprimento do que são os desígnios estatutários da Rádio Vizela - Cooperativa de Radiodifusão, CRL.

Responsabilidade esta que, ninguém duvide, chamando aqui o futuro, constitui ela própria uma outra medalha, esta também de incomensurável valor: qual seja a que, entre outras, engloba em si as finalidades de informar, fazer companhia, divertir, cultivar, em suma, continuar a dar voz às regiões dos vales do Ave e do Sousa, às sua gentes e instituições, levando-as cada vez mais longe e defendendo-as onde preciso for.

Agradecimento aquele, supra referido, que, obviamente, estendemos a todos quantos, sem reserva mental ou constrangimentos de qualquer ordem, também contribuíram para que a condecoração tivesse acontecido.

Uma palavra final de apreço, carinho e reconhecimento da nossa parte para com as duas pessoas que, simultaneamente com a Rádio Vizela – Cooperativa de Radiodifusão, CRL, hoje, também, foram, elas sim, merecidamente homenageadas.

Caldas de Vizela 19 de Março de 2017,

O Presidente do Conselho de Administração da Rádio Vizela - Cooperativa de Radiodifusão, CRL,

(Armindo Faria),