Turma da ESV no projeto “Justiça para Tod@s"

Trata-se de uma iniciativa direcionada para jovens dos 12 aos 18 anos.

No âmbito da disciplina Cidadania e Desenvolvimento, tutelada pela professora Elódia Canteiro, os alunos do 10ºC da Escola Secundária de Vizela participaram no projeto “Justiça para Tod@s”, que visa despertar nos jovens participantes a consciência para a importância da lei e da justiça, através da simulação de um caso de direitos humanos. Trata-se de uma iniciativa direcionada para jovens dos 12 aos 18 anos e no caso particular desta escola vizelense foi o quarto ano consecutivo de adesão.

A turma do 10ºC escolheu trabalhar a temática “linguagem de ódio/intolerância contra a comunidade cigana” e a partir daí os alunos contaram “com o incondicional apoio da advogada tutora”, Anabela Oliveira. “Foi um árduo, mas agradável, trabalho de pesquisa, de reapropriação e encenação do “julgamento”.

A encenação de julgamento, realizada no passado dia 31 de maio, no Tribunal de Guimarães, contou com a presença da juíza Luísa Roriz. “A excelente explanação proferida pela Meritíssima Dra. Luísa Roriz, em resposta às questões colocadas por alguns alunos, findo o julgamento, foi de uma riqueza pedagógica e didática que ficará gravada em todos. Por tal motivo e pela compreensão e recetividade, um agradecimento especial, extensível à escrivã, D. Carla e à secretária judicial, D. Emília, pelo caloroso e afável acolhimento”, refere uma comunicação emitida pelos alunos do 10º C da Escola Secundária de Vizela.

“A participação dos alunos da turma C do 10º ano da Escola Secundária Caldas de Vizela no projeto “Justiça para Tod@s” foi enriquecedora para os mesmos perceberem como funciona a justiça no país”, lê-se ainda.