Santo Adrião continua em grande forma dentro de portas

Vitória por 4-1 diante do Aldão Cano para a 1ª Divisão Distrital

Nesta tarde de sábado, o Santo Adrião recebeu e bateu o penúltimo classificado, União Aldão Cano, por quatro bolas a uma, numa partida relativa à décima-oitava jornada da Série C da 1ª Divisão da AF Braga.

Os homens de João Pedro Ferreira abriram o ativo aos vinte e três minutos, depois de uma boa jogada de envolvimento pelo lado direito, com Monteiro a finalizar na cara do guardião contrário após cruzamento rasteiro.

A formação vizelense poderia ter aumento a vantagem nos minutos imediatamente seguintes ao golo mas, não o fazendo, acabaram por sofrer na ponta final do primeiro tempo, com os visitantes a serem bastante perigosos, valendo em algumas ocasiões o guardião Júnior.

A etapa complementar iniciou-se como terminou o primeiro tempo, com o guarda-redes da casa a ser novamente decisivo para evitar a igualdade. Contudo, com apenas quatro minutos da segunda parte, João Pinto, numa jogada de ataque pela esquerda, deixa para trás um adversário de forma brilhante, cruza e Rúben finaliza de cabeça.

O encontro parecia resolvido mas os forasteiros ainda acreditaram quando, aos setenta e um minutos, Luís reduziu para 2-1. No entanto, dez minutos volvidos e Rúben a bisar, sentenciando assim a partida.

A um minuto dos noventa, João Pinto, na transformação de uma grande penalidade, fez o resultado final. De notar que, na falta que dá origem ao castigo máximo, os vimaranenses ficaram reduzidos a dez unidades por expulsão de Fred.

No final, triunfo convincente do Santo Adrião por 4-1, fazendo 24 pontos na classificação. Na próxima ronda, os vizelenses deslocam-se ao terreno do Prazins e Corvite mas, já na próxima terça-feira, os comandados de João Pedro Ferreira voltam a atuar em casa, diante do Vieira (que disputa o Pró-Nacional), um desafio em atraso a contar para a 4ª Eliminatória da Taça AF Braga.

 

Tagilde derrotado no Operário Campelos

Nesta mesma jornada o Tagilde tinha uma deslocação difícil ao terreno do Operário Campelos, equipa que luta pelo primeiro lugar. Uma tarde que começou bem para o Tagilde, que inaugurou o marcador por Patrício, mas que depois viu o seu adversário avolumar o marcador para os 5-1 final. A equipa de Sérgio Nuno mantém-se a meio da tabela com 22 pontos.