Montesinhos segue em frente na Taça Cidade Berço

Tagilde acabou por ser afastado na lotaria das penalidades

Numa partida a contar para os oitavos de Final da Taça Cidade Berço, O Montesinhos derrotou o Tagilde nas grandes penalidades, após um nulo que prevalecia ao cabo dos 90 minutos da partida.

 

O Campo de Jogos do CCR Montesinhos recebia, na véspera de Natal, um jogo que prometia ser intenso, entre duas equipas do concelho de Vizela, e com fortes ambições em conquistar a prova.

O primeiro aviso veio do pé esquerdo de Luís Miguel que, à entrada da área, rematou forte para uma intervenção segura do guardião da casa Serginho. Respondeu o Montesinhos, aos 14 e 17’, primeiro por intermédio de Sá que fletiu do flanco esquerdo para o corredor central, e rematou para uma intervenção apertada de Vasco, enquanto João Paulo, num pontapé de ressaca na sequência de um pontapé de canto, atirou por cima.

O jogo estava enérgico, disputado a ritmo elevado por ambas as equipas que queriam chegar ao golo o mais depressa possível e, aos 35’, o Tagilde introduziu mesmo o esférico na baliza de Serginho. No entanto, o lance foi anulado por uma alegada receção com o braço de Luís Miguel.

Em cima do intervalo, no seguimento de um lance confuso, o guardião forasteiro Vasco não segurou à primeira, e a bola foi ter com João Paulo que, já na pequena área, rematou rasteiro, valendo o corte em cima da linha de golo do defensor Márcio.

Ao intervalo o nulo aceitava-se, todavia, face à produção ofensiva de ambas as equipas, o empate com golos seria mais ajustado.

Na etapa complementar, ambos os conjuntos entraram com maiores cautelas defensivas, apostados sobretudo em não cometer erros que pudessem, desde logo, ditar a eliminação da Taça. O nulo prevaleceu então até ao final, e a partida seguiu para as grandes penalidades, onde o Montesinhos foi mais eficaz convertendo quatro contra três do Tagilde, destacando-se o guardião Serginho ao defender duas grandes penalidades.