Cáritas desafia portugueses a acenderem uma vela

A Cáritas Portuguesa lançou a campanha “10 milhões de estrelas – um gesto pela paz!”.

No último domingo, dia 19, assinalou-se pela primeira vez o Dia Mundial dos Pobres, isto depois de a igreja católica ter determinado que o 33º domingo litúrgico destacasse particularmente todos aqueles que vivem em situação de pobreza. Este ano a efeméride coincidiu com o dia 19 e, aproveitando esta data, a Cáritas Portuguesa lançou, pelo 15º ano consecutivo, a campanha “10 milhões de estrelas – um gesto pela paz!”. Trata-se de uma iniciativa que centra a sua atenção “no apoio a pessoas fragilizadas em Portugal”. Assim, até janeiro do próximo ano, a população é desafiada a adquirir uma vela, no valor de um euro. “As verbas que resultam desta campanha, revertem, em 65%, para a ação das Cáritas Diocesanas, que a aplicarão em projetos destinados a apoiar as famílias portuguesas em situação de carência; e em 35%, anualmente destinado a apoiar um projeto internacional, será este ano destinado a apoiar as vítimas dos incêndios florestais, em Portugal”, lê-se no site institucional da Cáritas Portuguesa.

A Cáritas em Portugal, que “tem como missão o desenvolvimento humano integral e a defesa do bem-comum” apela a que na noite de 24 de dezembro de acenda uma vela pela paz, gesto que servirá para apoiar famílias carenciadas e as vítimas dos incêndios.

As velas podem ser adquiridas em qualquer Cáritas Diocesanas, nas comunidades paroquiais, nas escolas aderentes e nas lojas “Pingo Doce”.