APA transfere 50 mil para recuperar leito e margens do rio

Acordo interadministrativo entre APA e Câmara de Vizela foi assinado ontem.

A Câmara Municipal de Vizela e a APA - Associação Portuguesa do Ambiente- assinaram ontem um contrato interadministrativo.

Na prática, a APA irá transferir para o Município vizelense uma verba de 50 mil euros para investir na limpeza do leito e na requalificação do leito e das margens desde o Ribeiro de Sá até ao Rio Vizela, na parte central da cidade - “Empreitada de desobstrução do troço do rio Vizela, entre a interceção da Ribeira de Sá com o Rio Vizela e a Ponte Romana”. O contrato visa promover a prevenção e defesa do leito e margens do troço do rio Vizela situado na Região Hidrográfica 2 Cávado, Ave e Leça e recuperação e valorização das zonas envolventes, tendo em vista garantir a proteção e salvaguarda de pessoas, minimizar ou evitar a perda da galeria ripícola, salvaguardar a perda de infraestruturas e bens na envolvente das margens, evitar a erosão fluvial do leito e das margens e a consequente perda de terrenos ribeirinhos, garantir condições de escoamento da água e sedimentos e permitir a utilização das águas para combate a incêndios por meios aéreos, refere o Município.

O presidente da Câmara Municipal, Victor Hugo Salgado, diz que esta “não é uma medida isolada”, mas mais” um passo, enquadrado num conjunto de ações que o Município tem vindo a levar a efeito, tendo em vista a despoluição e recuperação do Rio Vizela”.

Pimenta Machado, vice-presidente da APA, esteve em Vizela para a assinatura deste contrato de cooperação com o Município. Segundo disse, as conversações decorrem há alguns meses, garantindo que, a par da APA “também o Ministro do Ambiente, Pedro Matos Fernandes, está atento ao caso de Vizela”

O processo seguirá agora os trâmites normais, até ao concurso que irá definir a empresa responsável pela intervenção. Presente na cerimónia de assinatura esteve um representante da Associação de Mergulho e Atividades Subaquáticas de Vizela, uma associação que sairá beneficiada com a limpeza do rio, que acaba por ser a sua pista de atividade.

Mas deverá vir a ter um papel interventivo na recuperação do rio Vizela, através de uma parceria que a Câmara pretende estabelecer, em breve, com a Associação. A APA diz que está no terreno no sentido de recuperar a bacia hidrográfica do Ave, mais concretamente, de Fafe até à foz, sendo que é intenção futura envolver todos os municípios contemplados com o rio.