A “mágoa” manifestada pelo Presidente da Assembleia

Na cerimónia desta manhã, Fernando Carvalho falou de “falta de dignidade e respeito pelo órgão” que preside.

“Um órgão do qual me orgulho e no qual todos os intervenientes têm sabido respeitar a democracia”. Não mais adiantou sobre o assunto.

No final da sessão solene comemorativa do "19 de março", a Rádio Vizela ainda confrontou o autarca Dinis Costa com estas declarações, mas o edil disse nada saber sobre o que estaria na origem daquelas declarações e que não existiriam razões para que as mesmas pudessem visar a Câmara Municipal.

Já ao início desta tarde, contactado pela Rádio Vizela, Fernando Carvalho justificou o sentido das palavras dirigidas: “Quer eu como Presidente da Assembleia e penso que todos os deputados sentimo-nos magoados, porque a Assembleia foi desrespeitada. Há 18 anos que o “19 de Março” é organizado entre a Câmara e a Assembleia Municipal”. “Este ano, pela primeira vez, a Assembleia não foi ouvida e o convite foi assinado e dirigido só pelo Sr. Presidente da Câmara. Todos nós tivemos conhecimento do programa através dos Órgãos de Comunicação Social e da vinda do Sr. Ministro através de um email recebido na passada segunda-feira. Entendo que é um desrespeito para com a Assembleia Municipal de Vizela”.